Nofake

Polícia Civil Apreende Caixas de Sabão em Pó Falsificados

Devido a uma denúncia de uma consumidora que estranhou a característica dos produtos, a polícia civil apreendeu cerca de 450 caixas de sabão em pó supostamente falsificados em um supermercado na região mineira do Alto Paranaíba.

Segundo algumas informações divulgadas pelo Procon da cidade de Patrocínio, as caixas apreendidas no supermercado com a marca OMO, não tinham o revestimento brilhante e nem a cola do lacre “abre fácil”, além do odor e numeração de lote diferentes do original.

Logo após essa apreensão, a Polícia Civil voltou a agir e descobriu mais caixas do mesmo produto, sob a mesma suspeita, em outro local da cidade. Após uma mulher acionar o Procon depois de perceber características distintas do produto original.

Segundo o coordenador do Procon da cidade de Patrocínio, Rodrigo Oliveira, relatou que, durante a apreensão mais recente, o proprietário do supermercado disse que comprou os produtos de um supermercado maior na cidade. Em entrevista ao site “PatrocínioOnLine”.

“Em seguida, ele apresentou a nota fiscal do produto, e a Polícia Civil de Patrocínio foi acionada. Então, investigadores vieram até o local e apreenderam as 79 caixas”, declarou.

Ainda de acordo com Rodrigo, possivelmente há mais caixas de sabão em pó supostamente falsificados distribuídos, principalmente, nos supermercados de Patrocínio. “Agora a gente vai intensificar a fiscalização, principalmente, nas mercearias e nesses supermercados. Mesmo assim é muito importante o consumidor denunciar”, destacou.

Todas as caixas apreendidas nas ações conjuntas entre Procon e PCMG foram encaminhadas para a Delegacia de Plantão da cidade.

Polícia Civil

“Diante dos fatos, a Polícia Civil deslocou equipe de policiais coordenados pelo delegado, Geraldo Junior Gonçalves, ao local onde foi constatada a situação descrita e procedeu-se com a apreensão dos produtos, que serão submetidos a exames periciais para averiguação de sua autenticidade”, disse em nota.

A PCMG informou, por meio de nota, após denúncias de clientes ao Procon municipal, funcionários do órgão realizaram algumas verificações nos produtos e detectaram entre os produtos aparentemente “originais” e “falsificados”, como odor, layout das embalagens, origem de fabricação e, por fim, numeração dos lotes.

A PCMG destaca a importância da participação da população por meio do Disque Denúncia Unificado (181) para um resultado mais rápido e eficaz das ações.

Sabia que na NOFAKE você pode denunciar lojas que vendem produtos falsificados das suas marcas e grifes favoritas?

Não apenas grandes marcas, como também grifes conhecidas mundialmente causam grande desejo em milhares de pessoas no mundo todo. Entretanto, isso infelizmente desperta o interesse de pessoas má intencionadas com o intuito de falsificar os produtos. Como resultado isso acaba denegrindo a marca, seu design e sua história. Por isso, não deixe isso acontecer! Conhece alguma loja que vende produtos falsificados?

Quer saber mais sobre notícias assim?

Para saber mais sobre notícias de apreensões de produtos falsificados, clique aqui e fique por dentro das operações.