Nofake

A história da Longchamp

A história da Longchamp começou no ano de 1948, quando Jean Cassegrain começou vender produtos para cachimbos e tabaco em Paris. Ele transformou o negócio de tabaco da família em uma exclusiva loja de cachimbos fabricados por excelentes artesões. Posteriormente Jean expandiu seu negócio abrindo uma fábrica para produzir uma linha de acessórios em couro.

No ano de 1980, o filho do fundador da empresa, Philippe Cassegrain não só assumiu o comando, como também iniciou uma expansão internacional com inauguração de lojas pela Europa.

Atualmente, a Longchamp comercializa especialmente bolsas, mas também carteiras, pastas e malas, além de roupas e calçados.

Informações gerais da marca:

  • Atualmente, o neto do fundador, que possui o mesmo nome, comanda a Longchamp.
  • Faturamento estimado de 600 milhões de dólares.
  • A Longchamp vende seus produtos através de mais de 300 lojas próprias e mais de 1500 pontos de venda.
  • Site oficial da marca longchamp.com

Fundador da Marca

Jean Cassegrain foi o fundador da marca no ano de 1948 e posteriormente seu filho, Philippe Cassegrain, assumiu o comando da empresa. Atualmente, o neto do fundador, também Jean Cassegrain, comanda a Longchamp.

Como comprar produtos originais Longchamp?

Atualmente é possível encontrar produtos da marca não só em seu site oficial, como também em diversas lojas espalhadas ao redor do mundo, inclusive lojas no Brasil. Por isso, aconselhamos que compre em lojas oficiais e autorizadas. Para que dessa forma você tenha a garantia da procedência.

Grupos da Marca

Sobre a Longchamp

Unindo o estilo clássico com grafismos, cores chamativas e símbolos, foi assim que a Longchamp conseguiu transformar em umas das marcas mais desejadas no segmento de luxo. Entretanto isso infelizmente desperta o interesse de pessoas má intencionadas com o intuito de falsificar os produtos. Como resultado isso acaba denegrindo a marca, seu design e sua história. Por isso, não deixe isso acontecer! Conhece alguma loja que vende produtos falsificados Longchamp?